Sucesso Absoluto o Expresso Bier Fest

Púbico e Impresa Especializada aprovam o Primeiro Expresso Bier Fest - Festival de Cervejas Especiais de Atibaia

Evento recebeu mais de cinco mil pessoas na sua primeira edição e organizadores comemoram o sucesso e já programam a edição 2016.

 

Untitled1

 

Atibaia sediou seu primeiro Festival de Cervejas Especiais que começou na última sexta-feira dia 20 e continuou durante todo final de semana na Estação Atibaia, charmoso espaço para eventos. Organizado pelo Grupo Perfil e Estação Atibaia o Expresso Bier Fest, recebeu nesta primeira edição mais de 5 mil visitantes que estiveram presentes no festival para conhecerem os novos rótulos de cervejas artesanais das microcerejarias expositoras.

Segundo os organizadores o Festival revelou novas marcas e o publico e imprensa especializada aprovaram as novidades. Embora seja a primeira edição o evento já mostrou a que veio, apresentar ao mercado cervejeiro, mercado em ascensão, produções surpreendentes e de alta qualidade de pequenos empresários que investem neste setor. O mercado de microcervejarias é potencial e realizar este tipo de evento em Atibaia é atrair ainda mais o turismo na cidade.

Embora um evento etílico o Expresso Bier Fest foi uma grande confraternização entre amigos e uma ótima opção de passeio para toda família. Não se registrou nenhum episódio constrangedor como brigas, o maior temor em eventos que envolvem bebidas. O clima foi totalmente familiar e amistoso. “O evento foi muito bom, passei praticamente o dia todo aqui com minha família e as crianças se divertiram muito no espaço kids, fiquei tranquilo em deixa-las com o monitor, e eu e minha esposa pudemos conhecer as mais diversas cervejas e ainda ouvir uma boa música enquanto comíamos”, afirmou o empresário João Freitas.

Untitled4
Estação Atibaia, espaço charmoso que sediou o evento familiar e amistoso

Na contramão da crise este é um mercado crescente “Hoje mais pessoas se interessam por cervejas especiais pela qualidade do produto, pela variedade e adotam o conceito beber menos e melhor. Percebemos que muitos iniciam como um hobby e vai muito além do comercial, do negócio, cada cervejaria tem uma história com o produto. Existe um capricho e um cuidado com produtos de primeira qualidade”, afirma Eliane Pires, uma das organizadoras do evento.

Histórias e curiosidades não faltam sobre os “pequenos grandes” negócios dos microcervejeiros. Muitas das pequenas cervejarias começaram como hobby e se tornaram negócios prósperos de muitas famílias. É o caso da Valenbier, microcervejaria de Extrema - MG criada por cinco irmãos engenheiros e apaixonados por cerveja. Segundo Elaine Valentin, uma das co-fundadoras, o hobby de se fazer cerveja em casa acabou virando um negócio da família. Ainda os irmãos não largaram seus empregos atuais, mas tocam os negócios da cervejaria durante o final de semana e investem em qualidade e comunicação da empresa. ‘Não esperamos um retorno de imediato, mas estamos investindo na visibilidade da marca e qualidade de nossos produtos para nos solidificarmos e ai sim, termos o retorno investido. Nosso primeiro investimento de exposição da marca está sendo aqui no Expresso Bier Fest e estamos satisfeitos já com os resultados obtidos durante o evento”, afirmou Eliane.

Outra curiosidade é a história do piloto de ponte aérea, Guilherme Schmitz, que em suas horas vagas começou a produzir sua cerveja. “Enquanto eu morava em Florianópolis, fazia da pesca meu escape do stress das horas de voo, quando me mudei para São Paulo precisei largar este hobby e, lendo uma reportagem sobre cervejas artesanais, me identifiquei e comecei a criar a minha própria cerveja. Percebi que as pessoas passaram a aprecia-la e então resolvi fundar minha pequena empresa”, diz Schmitz. O piloto continua voando e ao mesmo toca seus negócios juntamente com um sócio em terra. A primeira cerveja da marca não deveria ter outro nome que não o sugestivo Flug Bier (voo em alemão)uma cerveja no estilo weizenbier.

Durante o Expresso Bier Fest, a Schmitz-Zandoná lançou em primeira mão a cerveja Thunderbolt Irish Red Ale, uma cerveja vermelha com teor alcoólico de 7%, levemente doce e finalizada com sabor mais seco e torrado. Segundo o produtor harmoniza bem com aves e também com comida japonesa. Tanto o nome quanto o logo fazem uma referencia ao avião norte-americano thunderbolt, super armado durante a Segunda-Guerra Mundial que era difícil de ser derrubado, “como estamos passando por um ano difícil e com a crise não deveríamos errar no nosso lançamento e então pensamos neste nome para driblar as turbulências financeiras”, conclui Alexandre Zandoná, sócio de Schmitz.

Aliás, a cerveja Thunderbolt Irish Red Ale foi eleita pelo publico visitante como a terceira melhor cerveja degustada. A cerveja que ganhou a segunda colocação foi a Pilsen da Valenbier e a grande campeã do Festival foi a ESB Speedway da Bragantina, especialmente desenvolvida para o festival, esta cerveja passa por um filtro de café e cacau, o que lhe confere sabor e aroma realçados. Durante o evento a Bragantina também apresentou sua nova comunicação remodelada pelo ilustrador e artista Ciro Bicudo. “A flor de lis que foi incorporada ao logo está presente no Brasão Bragantino, aparece como elemento central e está historicamente ligada à cerveja. Ela é um símbolo com significados que remetem ao processo de produção cervejeira: ciência, orgulho, pureza de espírito, vontade, honra, nobreza, sabedoria e coragem. A inscrição em latim (AD ALTIORA - ÀS ALTURAS) aponta o lema da cidade de sempre seguir adiante e manter o pensamento elevado com orgulho e coragem. Orgulho de fazer cerveja, orgulho de Bragança Paulista... orgulho Interior!” conclui o produtor e idealizador da cervejaria Tarcizio Torres Canledaria.

Foram cerca de 20 cervejarias que apresentaram mais de 70 rótulos com diversos estilos de cervejas IPA, Stout, Pilsen, Weiss entre outras com variações de aromas e sabores apresentadas durante o Expresso Bier Fest que também contou com distribuidoras de cervejas importadas e da marca Hohenthanner da região da Baviera, Alemanha, que apresentou três estilos de cervejas entre elas a Märzen que deu origem ao tradicional Oktobert Fest em 1800 e foi a cerveja servida no casamento do Rei Ludiwig.

Untitled6Importadas e produção local cervejas intensas com sabores marcante

Para os organizadores esta Primeira Edição foi uma iniciativa apaixonante, pois ofereceram a oportunidade de famílias inteiras terem contato com a produção artesanal dos microcervejeiros e poder conhecer este universo fascinante de uma das bebidas mais antigas da humanidade. E o Expresso Bier Fest abriu um leque de net working dentro de um mercado bastante promissor que só no Estado de S. Paulo possui 48 microcervejarias.

Entre elas destaca-se a microcervejaria Tibaya Cervejaria, empresa de Atibaia, que esteve presente no Festival apresentando seus rótulos Pedra Grande. “Atualmente, temos a capacidade para produzir até 4.400 litros de cerveja por mês. Após a inauguração da nova fábrica, saltaremos para oito mil litros e há a expectativa de que até o final de 2016 possamos disponibilizar para o mercado de 12 a 15 mil litros de cerveja por mês”, estima Eduardo Félix, mestre cervejeiro e diretor de produção da empresa.

Com certeza o mercado dos microcervejeiros se abre como uma nova oportunidade de negócios e para os organizadores do Expresso Bier Fest, o sucesso da primeira edição é apenas o início de se investir num nicho que até pouco tempo atrás era desconhecido do público brasileiro e leigo.

 

Site: www.expressobierfest.com.br
Informações para imprensa: A3 Comunicação (11) 38314361
Atendimento: Maria Helena Antoniadis (11) 988923563
E-mail: mariahelena@a3comunicacao.com.br